domingo, 7 de outubro de 2007


Minha verdade

(Neyde Noronha)

A melancólica emoção

E uma saudade infinita
ficaram no meu ser

Em destroços largados
Pedaços de sonhos desfeitos
Sem paz


Se em teu mundo me encontrar
Meu riso triste verá
Se me procurar, me liberte


Talvez em telas
Me encontre
Como personagem de um sonho
Coadjuvante
Desenhada em obras medíocres

De um passado
E a minha forte paixão
Em cores apagadas
Saudade
Porque sem ti
Não posso colorir o mundo
Apenas, um manifesto:

"Que a conserve para nunca me esquecer"


*****

Nenhum comentário:

Postar um comentário