sábado, 28 de abril de 2007

BIOGRAFIA

Neyde Noronha nasceu no Brasil. Estudou pintura na Escola de Artes Visuais do Parque Laje no Rio de Janeiro, gravura em metal no Museu do Ingá, além de frequentar ateliês de artistas e palestras, o que lhe ofereceu diversas oportunidades de se aprimorar cada vez mais. Expõe pela primeira vez em uma coletiva no ano de 1976, logo após é convidada para expor individualmente e segue realizando diversas exposições, frequentando salões de arte, recebendo prêmios por sua atuação, participando como membro de comissão de júri em vários salões, etc. Ganhadora de diversas medalhas de ouro, prata e menções honrosas seguem-se os prestígios em jornais locais e no meio artístico e cultural do Rio de Janeiro. Mais tarde foi orientadora em seu próprio ateliê de pintura, no Centro Cultural La Salle, Niterói, RJ, na arte da criação, ensinando técnicas por alguns anos. Colaborou como cronista de arte em vários jornais de sua cidade, atuando inclusive na Rádio AM Fluminense como entrevistadora. Sua pintura se divide em fases e o seu ato de criar tem características que permanecem, mas seguem divergindo do figurativo para outros temas, estilos e técnicas demonstrados nas décadas de 90. No início de 2000 acontece uma transformação em sua arte e Neyde Noronha passa a criar abstrações. Para ela a pintura é uma nova aventura e uma exploração da mente pois Neyde consegue colocar no seu trabalho intensa motivação, dedicação e amor a arte. As suas obras passaram por diversas galerias, inclusive algumas delas seguiram com colecionadores para a Suiça, Portugal, USA, França. No Brasil podem ser vistas e visitadas em algumas galerias de arte. Inspiração de Neyde Noronha Neyde encontra sua inspiração nos seus próprios sentimentos. Inspira-se no momento em que vive ou nas lembranças do passado. Todos os trabalhos que faz são inspirados em fatos que mais marcaram a sua vivência. Sobre estas pinturas elas mostram o seu interesse em se comunicar de uma forma amorosa e ao pintar cuida das cores como quem se veste para sair. Assina os seus quadros quando conscientemente os vê completamente finalizados. No início se inspirou em artistas como Gustav Klint, Redon e Gauguin, é colorista e abusa das cores sem medo. Neyde Noronha mostra a beleza interior, o relativo acontecer em suas pinturas e a maneira como elas se comunicam com o espectador. Sente grande necessidade de desenhar, mas não vê tempo, logo transfere o que pensa, pintando e colorindo. Ver o amor que ela coloca em suas pinturas é sentir a força e energia positiva que irradia de seus coloridos. Fonte: Informações postadas pelo próprio Artista - 02/09/2011

Nenhum comentário:

Postar um comentário