sábado, 19 de julho de 2014

(107) Facebook





Senti uma dor tão forte 
Não sabia se era sonho ou realidade,
A vida estava tão diferente
Acordava e dormia
Neste sonho um passado que não vivi,


A mãe, minha mãe sempre presente
Malas, viagens sem rumo certo
Desencontros com o destino,,,

Mala, viagens, sonhos diários tão parecidos
Hoje senti a nostalgia de que tudo se foi
E o recado ficou
Missão cumprida
Tudo o que foi bom 
Jamais voltará.

Olhei para o teto
É meu,,,
Pensei.,..
Agora é só esperar...

(Neyde Noronha) 

Nenhum comentário:

Postar um comentário