sexta-feira, 4 de janeiro de 2013

Emilia Noronha de Freitas foi uma onda de "escrita automatica" : Escrevi à medida que ouvia e descobria a musica ! Deu para entender que nem sempre ouço musica mas muitas vezes VEJO musica- É engraçado : creio que é comum mas não sei quais as imagens que outros associam à musica.Por outro lado (isto pensei depois) quando ouço um intreprete que me surpreende, que eu acho "bom" nesse caso OUÇO MAIS E VEJO MENOS. Neste caso a musica é muito sugestiva, impressionante de realidade no inicio (o vento não é inventado) elle pose le décor ; Este exercicio deu-me muito que pensar! As imagens positivas que ela provoca não devem estar só ligadas à musica mas talvez também à recordação que guardo de ti...bjs
Emilia Noronha de Freitas, é natural de Castelo de Paiva/Portugal- Vive em Nantes/França há vários anos.

Nenhum comentário:

Postar um comentário