sábado, 1 de setembro de 2012

                                                                                  
Vida Sem Alma

Perdi a minha alma
Pouco sei dela
Talvez escondida
Em um cantinho do meu pensar

Não sei o que fazer nesta vida tão má
Onde as pessoas me invejam
Não me entendem
Nem ouso pensar em ser feliz
Nem ouso sair desta solidão.

Vou acabar envelhecendo o meu sonhar
Perdi a esperança no amor
Nas pessoas...

Até que se prove o contrário
Amanhecerei melhor
Quem saberá?

Reconheço...

Assim não pode ser
Endureço, fico mal, perco a fé.

Vida sem alma não dá para se viver.
 
(Neyde Noronha)
.

Nenhum comentário:

Postar um comentário