segunda-feira, 28 de maio de 2012


Sonhos coloridos
(Neyde Noronha)

Dentro ou fora de mim
Quantas delícias vi no mundo
Sonhos coloridos
Vivi

Nadei em águas calmas
Perfumei o meu corpo
Desde a juventude
Até a maturidade

O cantar dos pássaros
Na janela
Nos mares
Em que navego
Tu me fizestes inteira
Da mão ingênua
À mão feiticeira
Tão inteira
Como uma rosa
E logo desabrochei

Em terras férteis
Coloridas
Tu és dono do meu mundo
Dos meus sonhos
E ninguém percebe!

Não sepulcro este sonhar
Jamais deixo de o buscar
Aproveito cada momento
Esta ambição

Tão simples
Puramente
No sonho
De te amar para sempre.
================================

Nenhum comentário:

Postar um comentário