terça-feira, 27 de março de 2012

NOITE
(Neyde Noronha)
Amiga sincera, companheira dos momentos em que medito. 
Te descubro as vezes
Sozinha, assim como eu

Serena ...

Quando te encontro.
 Lua, companheira constante 
Minha eterna harmonia 
entre a solidão e a melancolia.

 Companheira da noite
 Almas gêmeas
 Cuidem de mim. 
 ****

Um comentário:

  1. Olá Neyde,
    você pintora anda pintando com as palavras!
    Um abraço e bom dia

    ResponderExcluir