segunda-feira, 5 de dezembro de 2011

Receio Olhar
(Neyde Noronha)
 Olho o horizonte
 Como quem olha a despedida
 Vejo tantos desencontros
 Que receio olhar... 
 Qualquer pensamento ao ver o infinito 
 Me faz lembrar a longa caminhada 
 Que terei que fazer para chegar a ti.

Um comentário:

  1. Um poema que é um verdadeiro hino ao amor.
    PARABÉNS!

    ResponderExcluir