domingo, 4 de dezembro de 2011

                                              (Foto retida na web)
Não sei se estou apenas triste,na verdade é que a felicidade vem e depois, como num estigma ela acaba me fazendo mal- Fico infeliz depois das grandes alegrias.Será porque eu me deixo enganar com o bem que faço à algumas pessoas,que merecem ou não, que me enganam ou eu os engano,inconscientemente, e não sei? Por mais que gostamos destas pessoas elas nos fazem sofrer, as vezes e nem percebem, elas têm a facilidade de sentirem que eu as perdoo.Como tenho o dom de saber perdoar e sempre pensei que assim seria uma pessoa mais tranquila.
Embora não me corrija ninguém estarei sempre aconselhando os mais próximos, dando bons exemplos e dizendo o quanto sou feliz.
"O mais é difícil viver assim, perdoando, sempre, sem ser perdoada..."
Será que fiz algum mal de verdade? Porque o mal de mentirinha Ele não existe... Neyde Noronha (4 de dezembro de 2011)

Nenhum comentário:

Postar um comentário