sexta-feira, 23 de dezembro de 2011

Jc Patrão
Adverso ao Tempo…
 by Jc Patrão
 Sou adverso ao Tempo que me concede apenas uma parte ínfima de existência…
 Sou adverso ao espelho que me mostra inversa essa evidência…
 Sou adverso à extravagância que me limita as visões da minha intimidade…
 Sou adverso a Salomé que envenenada e adultera as palavras do profeta…
 Sou adverso à sombra que me persegue inoportuna em todos os locais privados onde me quero desencontrar…
 Sou adverso a lágrimas que cicatrizam as rugas do rosto mas só assim saberei de quem realmente falam as metáforas do poeta…
 Jc Patrão

Nenhum comentário:

Postar um comentário