quarta-feira, 19 de maio de 2010


Te matei em mim

(Neyde Noronha)

Não li os jornais de hoje.

E, sei o que ontem aconteceu.

Idéias e ideais sempre tivestes.

Deixaste- me fazer o que fiz.

E o que desejastes...


Não enlouquecí ainda.

Orei por ti,

Roguei por nós,

Oremos em luto todos juntos, depois...

Não omitirei a verdade.


Haveria de mentir?

Amor desfeito é tudo isto.


Te matei em mim...


Nenhum comentário:

Postar um comentário