sábado, 24 de abril de 2010


Outras esferas
Feliz sim, sempre feliz...

Talvez por ironia do destino, quando um filho coloca sua mãe diante de um juiz querendo  interditá-la. Longe do outro filho, impossível de viverem perto.

"É mesmo difícil para uma Mãe ficar perto de alguém tão independente, emancipado. -Em um país estranho para ela".
Segundo-Solitária ou não: Sentir-se mal-amada ou não por alguém a distância, se apegar no passado e viver por conta do que não viveu plenamente, mas que sonhou viver.
Agora- Se está feliz: Sonha em estar viva para ver a vida por outros ângulos e seguir em frente para alcançar a sabedoria de algum dia permanecer no sonho ou nele sonhar com prosperidade e viver em paz porque tem alguém que lhe deseja o bem, ter amigos, o amigo virtual, o amigo vizinho, o amigo que sente ter por perto, aquele que  vivencia os seus sonhos, o seu namorado, o seu amor do passado - Aquele a quem dedicou o seu tempo ilimitado - talvez Você, quem saberá?  Mas você nem sequer voltará para o passado para rever o que passou e nem sequer se lembrará dos dias que atravessou o mar para a rever...
Não importa...
Não sei mais o que dizer, apenas direi sobre tudo isto e  o que hoje penso nesta tão alta criatividade...Penso agora em outras esferas, outros tempos, em tempos futuros,  tempos outros  que virão, quantos  poderão pensar  como a gente. Serão pessoas que a libertarão da imagem que tem de tanto rancor que a invadiram por  maldade alheia, do sentimento mal que vinha de alguém, da vaidade que não teve ou não tem, da simplicidade que ainda tem.
Apenas do que move dos seus desejos de não ser objeto, quer apenas  ver e sentir sua verdade no  amor das pessoas como "Vida"...Apenas.
Amor a VIDA... e Apenas viver...
Só isso. se suportar e se sentir assim...
NAN

Nenhum comentário:

Postar um comentário