quinta-feira, 22 de abril de 2010


De vez em quando
(Neyde Noronha)

De vez em quando

você aprende a diferença!

Fora o dia de hoje,

você fez sempre o possível

para me compreender.


De vez em quando você me vê ,

me olha, me deseja

Fora o dia de hoje,

você nem sequer me olhou

para me entender


De vez em quando você

vem para perto de mim,

diz que me ama

Fora o dia de hoje,

não disse que me amava,

para me fazer feliz


De vez em quando sou trapezista

De vez em quando sou colombina

De vez em quando sou artista

De vez em quando sou sua amante


Fora o dia de hoje,

nada sou para você.
*****

Nenhum comentário:

Postar um comentário