sábado, 3 de abril de 2010

Atravesse a rua e encontre você!
por Wilson Francisco - wilson153@gmail.com


Célia era uma mulher simples, bonita dedicada ao lar e filhos.

Dia a dia, o avental e o lenço na cabeça e o chinelo de dedos compunha o visual dela.

À tarde, recebia o marido, toda perfumada e pronta, para servi-lo!

Os passeios eram escassos, vez por outra acontecia uma viagem, para visitar parentes.

Um dia, debruçada na janela, sonhou e como por encanto viu lá fora um mundo diferente.
Saiu com algumas amigas, para tomar um chá.

As idéias avançadas, novas que ouviu nesse encontro, ressoavam ainda em seus ouvidos como que anunciando um novo tempo...

Foi apresentada a um rapaz e aceitou a idéia de trabalhar fora, afinal, se convencera de que o trabalho numaempresa, ter ser seu dinheiro, a liberdade de ir e vir comprar coisas, cuidar de si... tudo isso era fascinante!
Célia deixou sua casa, separou-se um ano depois e foi realizar seus sonhos.
Outro dia, liguei para ela.

Há tempos não nos falávamos. A conexão veio e eu resolvi procurá-la pelo telefone.
Do outro lado, uma voz triste e cansada. Revelou-me a dor grande de uma mulher angustiada.
- Wilson, fui ao fundo do poço, tentei o suicídio, estou só, desmaiei na rua e recobrei a consciência três dias depois. Não sei quem me socorreu e em que hospital estive. Acordei dolorida, em minha casa.

Hoje ela é evangélica. Busca na religião recuperar seu rumo. Não é mais a mesma. Não há vestígios daquela dona de casa, que admirava o mundo pela janela.
E também não há sinais daquela voluntariosa mulher que foi trabalhar fora, vestiu-se com roupas da moda e saboreou o sonho de conquistar o inusitado universo que ela vislumbrou nas vitrines do mundo.

Ouvi tudo com o coração, tenho-a na conta de filha da alma.
E, convenhamos, essa história não é nova e nem rara.
Quem não sonha em ter a vida do outro, percorrer caminhos novos, eliminar de seus dias a obrigação de servir; a rotina impiedosa do cotidiano?
Mas será que além do horizonte pode existir algo melhor?
Ou vale a pena sonhar buscar, fazer mudanças?
Na verdade, o grande engano pode ser você buscar lá nas passarelas do mundo algo que existe dentro de você.
Deus, a felicidade, a paz e a prosperidade são tesouros e caminhos e se encontram dentro de você.
No entanto, se você ainda acha que o melhor pode estar lá no outro lado, então, atravesse a estrada, saia do acostamento, deixe de se omitir no esconderijo do medo.
Exija de você algo novo, sem se culpar e nem ter remorsos.
Decida o seu caminho, escolha o que é melhor para sua vida.
E saiba, no Universo há um lugar, um encontro, um tesouro aguardando você.
Saia da rotina, deixe os julgamentos de lado, e tenha a coragem de fazer você feliz!
Texto revisado
por Wilson Francisco - wilson153@gmail.com

Terapeuta Holístico, escritor e médium espírita. Desenvolve o Projeto Mutação, um processo em que faz a leitura da alma da criatura e investigação do seu Universo, para facilitar projetos, sonhos e decisões, descobrindo bloqueios, deformidades e medos que são reprogramados energeticamente.


Lido 725 vezes, 36 votos positivos e 3 votos negativos.


E-mail: wilson153@gmail.com
Visite o Site do autor
http://somostodosum.ig.com.br/p.asp?i=8831&s=1

Nenhum comentário:

Postar um comentário