sexta-feira, 6 de fevereiro de 2009

No Segredo
(Neyde Noronha)

Que vontade de chorar
A música me envolve
Um elo entre o meu sofrimento
E este momento

Tantas vezes penso

O que estaria fazendo hoje
Se tudo fosse diferente
Olhar o tempo que corre

A ventania que passa rasteira

O que será de mim amanhã
Sem o beijo que tanto quero
Sem o olhar que me preocupa
Me diz algo no silêncio
Qual não entendo
No segredo
Na própria essência do encontro

Queria terminar sem chorar

Escrever mais e mais
Pintar mais com a ilusão
Vencer esta angústia

Tanta graça tem a vida

Quero tanto aproveitá-la
Mas não entendo ela quer me dizer

Quando alguém não quer

Algo terá que se perder
Pra sempre, talvez

E no sussurrar de um som sentido
A minha alma reclama
De dor
De amor

Nenhum comentário:

Postar um comentário