segunda-feira, 7 de janeiro de 2008


SONHO
(Neyde Noronha)
Sonhei que vi alguém
me chamando,
dizendo coisas
que nunca ouvir dizer

Pensei que este alguém
calaria o meu choro

Que nada


Acordada,
sonhava...

Tentei
Pela segunda vez
Ele nada dizia.
nada falava
Acabava de matar
alguém de amor.

Assustada
Jurei nunca mais
pensar nele
Tomou o rumo
de sua existência


Lá se foi

Pela última vez.



Brasil


# # #

Nenhum comentário:

Postar um comentário