domingo, 2 de setembro de 2007

Meu Índio

Estou por aqui, esperando por você
Disponível para surpreendê-lo
Quem sabe, desejando sua presença
Estou por aqui
Esperando novembro
Disponível com o meu sorriso
Quem sabe, com a minha vida!
Sabemos viver melhor se nos encontramos
Que tal, você meu Índio
Sua Índia eu sou
Sua liberdade não é minha
Enquanto me deseja
Minha liberdade é sua
Na vida tudo o que faço
É esperar por você
(Neyde Noronha)
*****

Nenhum comentário:

Postar um comentário