terça-feira, 10 de julho de 2007

ITACOATIARA (Neyde Noronha)

Sinto-me tão feliz
Onde o meu canto pode ser ouvido
Meus versos sentidos
E. aqui estar
E. estar feliz

Neste canteiro de flores
Em cada estação
Tudo me faz recordar
Que algum dia você habitou
Neste jardim florido

Veio o amanhecer.
O seu despertar
Neste jardim de flores
Você nasceu

Neste jardim de flores
Você cresceu.

Neste jardim florido
Tornou-se homem
Neste paraíso tão lindo
Te dei nome.
Singelas lembranças

Itacoatiara
Paraíso
Que o tempo me ofereceu.
Sou feliz aqui
Meu filho,
Neste pedacinho de terra


Seu paraíso
Seu berço eterno
Campo dos seus sonhos
Campo que me seduz.
Aqui nasceu a esperança
Aqui nasceu a luz.

(Dedicado ao meu filho
Gustavo de Noronha Dzelme)

Nenhum comentário:

Postar um comentário